Blog

Os princpios para o Feedback

Os princípios para o Feedback

21/janeiro/2020

O feedback no ambiente empresarial refere-se a avaliação que é dada a um grupo ou colaborador individualmente, sobre ações ou resultados que tem relação direta com a conduta desta(s) pessoa(s). Esta ferramenta pode trazer um verdadeiro ganho de performance quando aplicada de maneira eficiente, porém, se utilizada de maneira incorreta, pode gerar mais problemas do que soluções.

Neste post separamos alguns princípios que devem nortear a devolutiva do feedback para torná-lo mais eficiente. Confira:

1- O Feedback deve ser SOLICITADO: O melhor indício de que alguém está aberto ao feedback é a pessoa tê-lo solicitado. Se a pessoa não solicita e você tem algo a lhe dizer, ofereça o feedback de uma maneira amigável, sempre ressaltando o quanto ela tem a ganhar com isto;

2 - O Feedback deve ser ESPECÍFICO: deve fazer referência a ações ou fatos específicos. Quando o feedback é vago e nebuloso pode acarretar um resultado negativo, pois o receptor não sabe onde e como melhorar;

3 - Ele deve ser APLICÁVEL: O comportamento descrito deve ser modificável. O Feedback vai ser inútil se a pessoa não puder fazer nada para corrigir o problema apontado;

4 - É importante que ele tenha um caráter POSITIVO: A atitude da pessoa que der feedback deve ser positiva em relação à que irá recebê-lo. É preciso querer ajudar, de forma adequada, aquele que receberá o feedback;

5 - O Feedback deve ser OPORTUNO: O feedback é sempre mais efetivo quando for dado em momento oportuno. Quanto mais próximo temporalmente do fato ocorrido melhor. Pode haver uma tendência de deixar o feedback para depois, mas é importante que ele seja dado enquanto a ação ou fato ainda está presente na memória das pessoas. Porém, fique atento a:

- Não dar feedback quando estiver sob forte emoção.

- Não dar feedback quando a outra pessoa não estiver pronta para recebê-lo;

6 - O emissor deve mostrar-se NEUTRO: O feedback deve descrever um comportamento, sem julgá-lo. Deve-se sempre evitar censurar ou rotular, mas simplesmente demonstrar como, no senso comum, as coisas poderiam ou deveriam ser feitas de modo diferente.

Se você gostou deste conteúdo compartilhe o link com as pessoas que também gostariam de lê-lo e continue acompanhando nossas redes sociais.

Nossos clientes

Venha ser mais um cliente satisfeito

Clique aqui